A HISTÓRIA DO SOTAM

Esquecem-se no tempo e através das gerações, os verdadeiros anos de construção da casa. Dizem na aldeia que remonta aos anos de 1910…
A casa, de pedra rolada da ribeira, apresenta uma arquitetura característica da região, de dois pisos, onde o rés do chão, “refúgio noturno de morcegos”, que entravam pelas janelas de grades, era tradicionalmente destinado a estábulo, arrecadação de carroças e alfaias agrícolas, habitando as famílias o espaço do primeiro andar. Dispõe ainda do tradicional pátio interior com o seu típico forno de lenha feito com barro e pedra.

Image title

Image title


Adquirida pela família atual em 2004 e batizada de “A casa do Sotam”, adotando o nome do rio que atravessa a localidade - Rio Sotam -, ou o apelido invertido da família “Matos”, a casa foi recentemente restaurada, mantendo a traça original e adaptada de forma a obter todas as comodidades e conforto necessários a um alojamento inesquecível e único para quem a visita.
Assim, o “refúgio dos morcegos” foi convertido numa confortável sala de estar/jantar, fresca no verão e aquecida no inverno pelo calor da lenha apanhada na serra e onde o visitante se deliciará com inesquecíveis pequenos almoços, não faltando o pão de centeio, os sumos naturais, o “bolo de cornos” ou o mel da região, tudo isto acompanhado pelos doces caseiros de vários sabores. Aí, ou mesmo na longa mesa corrida da cozinha, poderão também ser degustados saborosos almoços ou jantares, onde não faltará a típica Chanfana, o “Bucho Recheado” ou a “Tigelada de Góis”, servidos em coloridas louças Bordalo Pinheiro.
Já os lanches, poderão ser saboreados na pequena sala de refeições com vista para o pátio ou no relaxante jardim anexo à casa, onde a broa “amassada” pelos próprios hóspedes e cozida no forno de lenha, constituirá, decerto, um bom acompanhamento para uns petiscos ou para um belo churrasco de fim de dia …
Ao lado da sala, para quem pretenda descansar sem subir as escadas, um quarto, o “Four Seasons”, permite em “qualquer estação do ano”, momentos relaxantes ao som do correr das águas do rio Sotam.
E, para quem deseje apenas relaxar, ler um livro ou utilizar um computador, basta subir as escadas, onde, no cimo, encontrará um agradável recanto de descontracção.
Neste piso, encontramos os restantes quartos, cuja escolha poderá oscilar entre o romântico “Romeo e Julietta”, o tranquilo “The White Stem”, os irreverentes “A Pin Up”, “ e “The Yellow Submarine” ou o acolhedor “ Les Oiseaux”.
A casa do Sotam ou, actualmente, “Sotam Country House” apresenta-se no seu conjunto como um espaço que combina a rusticidade de uma casa de campo com a funcionalidade e o conforto de uma casa moderna, integrada num ambiente calmo e acompanhada por deslumbrantes vistas das montanhas que a rodeiam.




SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

enviar

Facebook Instagram Youtube